Quatro estabelecimentos de Manaus são interditados por descumprirem medidas contra Covid-19

Ação fiscalizou bares, restaurantes, postos de gasolina e casas de eventos da capital na noite desta sexta (31). Outros 7 estabelecimentos foram autuados.

Quatro estabelecimentos de Manaus foram interditados e outros sete foram autuados pela Central Integrada de Fiscalização (CIF), na noite desta sexta-feira (31), por descumprirem decreto governamental que prevê medidas de segurança contra a Covid-19 em locais públicos. Ao total, 17 estabelecimentos foram fiscalizados.

O Governo do Amazonas autorizou o retorno das atividades comerciais não essenciais a partir do dia 1º de junho, de forma gradual por meio de quatro ciclos. Os locais devem cumprir diversas medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus, que já infectou mais de 100 mil pessoas em todo o Estado.

Nesta sexta-feira, as fiscalizações ocorreram nas Zonas Centro-Sul, Oeste, Norte e Leste da capital. Participaram da ação policiais da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Gabinete de Gestão Integrada (GGIA) e Ouvidoria da SSP-AM.

De acordo com o major BM Marco Antônio Gama, que coordenou a ação desta noite, a CIF tem como principal objetivo fazer com que os locais que voltaram a funcionar cumpram as determinações do decreto governamental contra o avanço do novo coronavírus.

“Foi verificado se os estabelecimentos estavam cumprindo esse decreto, adotando as medidas de segurança, como por exemplo funcionários devidamente equipados com máscaras, viseiras. Foi observado também o distanciamento entre os participantes dos eventos, os clientes, e teve um excelente resultado essa operação”, afirmou, por meio de assessoria.

A CIF desta sexta-feira fiscalizou bares, restaurantes, postos de gasolina e casas de eventos. As fiscalizações devem continuar por todo o fim de semana. Neste sábado (1º), as fiscalizações devem continuar em flutuantes e, à noite, ocorrerão novamente em bares. Para denunciar locais, a população deve ligar para o 190.

Foto: Divulgação/SSP- AM

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *